As melhores viagens a Itália

Para onde quer viajar?


Viagem encontrado :3

CLASSIFICAR POR
 
Lo sentimos, no hay resultados para la zona seleccionada, por favor, no dude en realizar una nueva búsqueda

As Dolomitas e a Toscana

2 noites Área Garda, 2 em Transacqua/Primeiro, 3 Ár...

8 dias
A partir de
955$
 

Italia Bela

noite em Milão, 2 em Veneza, 1 em Florença, 3 em Roma

8 dias
A partir de
1030$
Reserve Já
 

Itália Sonhada a seu Alcance

noite en Milão, 2 en Veneza, 1 en Florença e 3 en Roma

8 dias
A partir de
1100$
Reserve Já
 

Aproveite sua viagem pela Itália por menos do que você imagina

Você sabia que a Itália é o país com maior número de lugares incluídos na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO? Algo que não é de se estranhar: desde os etruscos até o momento presente, o Bel Paese concentra mais de 2.800 anos de construções tão surpreendentes como o Coliseu de Roma, a famosíssima torre de Pisa, ou ainda, a elegante arquitetura palaciana que salpica Florença e Veneza.

Ao optar por nossos circuitos pela Itália, você poderá ver estas e muitas outras maravilhas, com todos os traslados e acomodações perfeitamente organizados. Além disso, saídas a partir das principais cidades espanholas. É hora de experimentar!

Roma: viagens para Roma únicas

Reserve nossas excursões para Roma. As ruas e avenidas de a Cidade Eterna vão deixá-lo sem palavras. Na verdade, a capital italiana é um mosaico de vestígios da melhor arquitetura do Império Romano. Um dos melhores exemplos disso é o já citado Coliseu. Construído em 70 d.C. por Vespasiano e inaugurado em 80 d.C. por Tito, tinha capacidade para 55.000 pessoas. Em 1980, foi declarado Patrimônio da Humanidade.

Também não deixe de ver o arco de Constantino, erigido em honra de Trajano, e restaurado por Constantino, o Grande; as ruínas do antigo Fórum e do Palatino, que atestam a força e o esplendor da Roma antiga; o teatro Marcello, iniciado por Julio César e concluído por Augusto no século I d.C.; o surpreendente Panteão de Agripa (118-125 d.C.), cuja cúpula é um verdadeiro prodígio arquitetônico; o Circo Máximo, que chegou a abrigar 300.000 espectadores, a curiosa pirâmide de Caio Céstio, as termas de Caracala (século III d.C.); o Ara Pacis Augustae, um altar de mármore construído para comemorar as vitórias militares de Augusto na Hispânia e na Gália, ou o fotogênico Castel Sant’Angelo.

A Cidade do Vaticano, um microestado independente desde 1929 que sedia a residência oficial do Papa, merece menção especial. O Vaticano possui belos jardins e monumentos notáveis, como as fontes dell'Aquilone e della Galera e a casa de Pio IV. Contudo, a principal atração são os Museus Vaticanos —que incluem a Capela Sistina de Michelangelo— e a basílica de São Pedro do Vaticano.

Outros lugares mágicos de Roma são o templo Santa Maria in Cosmedin, uma bela basílica românica do século XII que abriga, desde 1632, a célebre máscara de mármore conhecida como a Bocca della Verità; a icônica Fontana de Trevi, onde Anita Ekberg protagonizou a famosa cena do banho do filme La Dolce Vita, de Fellini; a evocativa Piazza Spagna, o típico bairro do Trastevere —perfeito para ser visitado à noite — e Villa Borghese, um magnífico parque público com uma idílica vista sobre Roma.

Viagens para Florença e pela Toscana

Apenas a 300 km de Roma, em plena Toscana, Florença se destaca como a capital mundial da arte renascentista. Daí a famosa síndrome de Stendhal, que deve seu nome ao transtorno emocional avassalador experimentado pelo escritor ao contemplar os monumentos desta cidade única.

Entre os lugares imperdíveis, cabe mencionar a espetacular catedral ou Duomo de Santa Maria del Fiore, uma obra-prima da arquitetura do Quattrocento, coroada por uma magnífica cúpula iniciada em 1296 por Filippo Brunelleschi.

Outros lugares emblemáticos são o Palazzo della Signoria (1299), o Palácio Rucellai (1446-1451) e o Palazzo Pitti (1446), cujo interior acomoda uma completa pinacoteca com pinturas dos melhores artistas do Renascimento e do Barroco. E por falar em coleções de arte de arte, você não pode perder a Galleria dell'Accademia, onde está exposto o extraordinário David de Michelangelo, ou a Galeria Uffizi, onde é possível admirar verdadeiras preciosidades como A Primavera ou O Nascimento de Vênus, obras-primas de Sandro Botticelli.

Finalmente, não perca a oportunidade de fazer uma fotografia junto à ponte sobre o rio Arno, de origem medieval. Além disso, sugerimos uma visita à igreja de Santa Croce, onde estão sepultados Galileo Galilei, Maquiavel e Michelangelo, ou ainda, à preciosa igreja de Santa Maria Novella (1360-1456), cuja chamativa fachada irá cativá-lo.

Além disso, nossos circuitos também permitem que você descubra outros fascinantes vilarejos e cidades da Toscana, como Siena, considerada o mais importante traçado urbano medieval do mundo; Pisa, com o complexo arquitetônico essencial do Campo dos Milagres, ou San Gimignano, uma localidade cravejada de torres medievais e declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1990.

Escapadelas românticas em Veneza

Se existe um lugar na Itália perfeito para uma escapadela a dois inesquecível, ele não é outro senão Veneza.

Sem dúvida, uma das características marcantes desta antiga república marítima é o Grande Canal. Popularmente conhecido como il Canalazzo, esta imensa via em forma de "s" invertido, com quase 4 km de extensão, divide a cidade em duas partes. Ambos os lados estão conectados por várias pontes, entre as quais se destaca a Ponte di Rialto, a mais antiga das três que comunicam as margens do Grande Canal.

De lá, vale a pena se aventurar no bairro de San Polo, um dos mais comerciais da Sereníssima, onde se encontram as melhores lojas e restaurantes. Além de seus animados mercados, este lugar oferece gratas surpresas, como a basílica de Santa Maria Gloriosa dei Frari (San Polo, 3072), um templo gótico construído entre 1250 e 1338. Outro edifício que também merece uma visita é a sóbria igreja de Santa Maria dos Milagres (San Polo, 2986), construída entre 1481 e 1489 e projetada por Pietro Lombardo.

No entanto, se você prefere continuar caminhando, este primeiro trecho do Grande Canal brinda muitos outros monumentos interessantes, como a Galeria Franchetti alla Ca' d’Oro, o Fondaco dei Turchi (Santa Croce, 1730), um armazém do século XVIII que hoje abriga o Museu de História Natural; a igreja de San Marcuola (1730-1766), situada em frente ao anterior, que possui uma inestimável obra de Tintoretto; o Palácio Morosini Sagredo (Cannaregio, 4199), do século XVIII; Ca’Pesaro (Santa Croce, 2076) ou o Palácio Vendramin Calergi (Cannaregio, 2040), o edifício renascentista (1481-1504) onde Wagner morreu, em 1883. Suas dependências hoje abrigam um cassino.

Se existe um lugar que não deve ser deixado de lado em Veneza, é a famosíssima Piazza San Marco, onde está a Basílica San Marco e o Palácio Ducal. Por tudo isso, o lugar é perfeito para um passeio de gôndola.

Também vale a pena subir em vaporetto para entrar na lagoa de Veneza e chegar às ilhas de Murano, famosa por seu cristal; de Burano, cujos agradáveis edifícios multicoloridos irão entusiasmá-lo, e de Torcello. Uma vez lá, não perca a basílica de Santa Maria Assunta, fundada em 639 e renovada em 1008.

Por sua vez, alguns de nossos circuitos pela Itália também permitem conhecer Verona, Milão e Assis, ou realizar uma excursão opcional a Nápoles, Pompeia e Capri. Reserve já seu circuito!